Thursday, April 20, 2006

Eu despoleto, tu despoletas...

Se abrirmos o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora (8ª edição - 1999) e consultarmos o significado da palavra despoletar, eis o que nos surge:

"tirar a espoleta a; tornar impossível o disparo ou a explosão de; impedir o desencadeamento de; impossibilitar a acção ou o accionamento de; tornar inactivo; travar; anular".

Na versão actual do mesmo dicionário, disponível online, já encontramos:

1.

tirar a espoleta a [sentido original]; tornar impossível o disparo ou a explosão de [sentido original];

2.

figurado anular algo; travar o desencadeamento de;

3.

figurado fazer surgir repentinamente [uso generalizado]; desencadear uma acção [uso generalizado].

No Ciberdúvidas, a respeito desta palavra, podemos ler várias definições e opiniões, entre as quais consta:

"No sentido erróneo em que muitos jornalistas e políticos empregam este verbo, despoletar significa dar início. A primeira vez que ouvi esta palavra, há cerca de 30 anos, foi na tropa. Queria e quer dizer: tirar a espoleta a uma granada de mão. Ou seja, anular-lhe o funcionamento, impedi-la de funcionar. Assim, quando se afirma que uma crise foi despoletada, o que se deveria querer significar, com rigor, é que a crise acabou. Que importância tem isto? Na minha modesta opinião, nenhuma. A génese da semântica – diz um amigo meu – é o erro. É com o erro que a Língua «pula e avança». Se me apetecer utilizar o não para significar o sim, é comigo. «O senhor quer morrer?» «Sim.» O problema é se, por causa disso, me matam. Portanto, não é apenas comigo. Só posso trocar o sim pelo não, se a maioria me acompanhar. A maioria quer continuar a despoletar em sentido contrário? Para me opor com eficácia, tenho de dar força aos butes, desenvolver trabalho político. Criar, por exemplo, a Associação Nacional dos Amigos da Espoleta."

J.C.B.

Agora, digam, a nossa língua é ou não é interessante?

2 comments:

Dirim said...

"figurado fazer surgir repentinamente [uso generalizado]; desencadear uma acção [uso generalizado]." Ou seja.. a maioria (salvo seja..) usa com este sentido.. não faria mais sentido alterar a ordem?

Lueji said...

Talvez fizesse, mas sabes que a aceitação plena da mudança nem sempre é fácil.
Lueji