Wednesday, November 12, 2008

A cama que não é nossa

Nunca conseguimos dormir numa cama que não é a nossa. Há um barulho ou um silêncio que nos falta. Desde que cheguei acordo sem saber onde estou. Já não sei onde estou há muito tempo mas agora não estou mesmo em lado nenhum. Nem cá nem lá, um limbo. Quero a minha cama....quero uma cama que seja só minha.

3 comments:

Dirim said...

Já o dizia a Woolf... sempre quisemos coisas que fossem só nossas :) é uma ambição legítima: sejam camas, quartos, livros ou outros.

Woman Once a Bird said...

É preciso torná-la nossa. E à estranheza inicial, certamente chegará o dia em que ao acordar, será realmente tua. :)

sherazade said...

Obrigada minhas queridas.