Friday, April 06, 2007

E apesar...

das maravilhas do conhecimento que se encontram na Internet, na minha secretária poisam dois dicionários, três livros e quatro blocos de notas. A necessidade de espartilhar os pensamentos exige (paradoxalmente) uma constante multiplicação do papel, dos cadernos. A urgência da escrita ultrapassa o ruído das teclas e impõe-se no traço disforme de uma Art Pen. Concluindo, não me consigo resumir num teclado.

1 comment:

Lueji said...

O papel será sempre o papel. Nada, nunca, o substituirá.