Sunday, January 21, 2007

O problema de T. J.

T. J. tem um problema. Não sabe como resolvê-lo. Gosta dela e não é gay. Procura ajuda na fiel conselheira Maria, e abre-se:
"A minha namorada disse-me que o clítoris é um pénis que não se desenvolveu. Agora não consigo fazer-lhe sexo oral!" Que dilema! "Serão as mulheres homens inacabados? Terei andado este tempo todo com um gajo imperfeito não sendo gay? Serei homossexual e nunca o soube? Terei deixado a tampa da sanita levantada?" Estas e muitas outras questões passaram na cabeça embaraçada de T. J., mas em momento algum colocou a questão dos homens serem mulheres inacabadas ou imperfeitas. E claro que ele nunca poderia ter pensado nisso, uma vez que a verdade tinha sido exposta pelo seu "semelhante inacabado", pelo seu "pénis-metade", ou simplesmente, pela sua namorada. Embora muitos fiquem contentes por verem que isso reforça a sua Teoria da Inferioridade Feminina, ou TIF, e que afinal de contas até tinham razão para "arraiarem umas galhetas" nas suas esposas, outros, tal como o T. J., poderão ficar extremamente preocupados. Afinal de contas, quem diria que esse "clítoris que nunca chegou a lado nenhum", que esse "pénis despromovido", essa "degeneração masculina", acabava também de provar, por "A + B", que somos todos gays?

8 comments:

tugatótó (primo do fidélio) said...

Isso é Maria a mais prá minha camionete.
É por isso que só leio a bola...
... e a FHM.
E agora, não só tenho uns pectorais dos diabos, como também consigo fazer com que a minha pareceira tenha 7 orgasmos seguidos!!!
E esta hein?

Tamodachi said...

Tugatótó, dizeres que tens um "pectorais" dos diabos, e que consegues proporcionar 7 orgasmos na tua "pareceira", mediante noticias destas, é no minímo "abichanado"! E dizeres que só lês Bola e FHM, não disfarça, nem desculpa o resto... Tens de inventar disfarces melhores que esses.
Aconselho-te, para começar, a acabares com a tua namorada...
AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

Pavão flamejante (vizinho do fidélio) said...

Ouve lá ó Tamagochi. Tens alguma coisa contra os bichas?
É que se tiveres vamos ali à Ribeira e resolve-se já o teu problema.

Depois de teres virado as costas... comentário para outro bicha:
- Aquela vaca de meia tigela. Mesmo mulher. Odeio-as todas.

Tamodachi said...

Ó pavão flamejante tou a ver que, ou sofres da TIF (só não sei se como vítima ou com adepto), ou tens uma inveja terrível do meu "pénis raquítico"!
E não, não tenho nada contra "bichas", no fundo no fundo, e como se vem a comprovar, "bichas" somos todos, tenho é contra alguns "bichos", nomeadamente os designados de "macaquinhos ridículos no sótão".

A tod@s @s outr@s leitores ou ras (dependendo de como se sentem): desculpem o palavreado, mas isto é assunto de "bichas"!

Tamodachi said...

PS- apartir daqui vamos manter o assunto sério, e deixar as "bocas" para a Ribeira.AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

Tamodachi said...

Devido a esta crise de géneros, saibam que, se tiverem dúvidas quanto ao vosso género (por não saberem se afinal de contas têm um pénis muito pequeno, ou um clítoris muito grande), há um serviço especial para vos ajudar a identificar correctamente o vosso género.
Basta estarem atentos à TV (após as 2h da manhã) e a um anúncio que publicita um número de telefone. Mediante o envio de um SMS com as medidas exactas do orgão em questão para esse número, logo vos dão a resposta, e assim saberão afinal o que são. ;)

Anonymous said...

Não conseguindo acompanhar o tom humorístico do post e dos comentários- e ainda com o post "E isto nunca é demais lembrar" na cabeça - lembrei-me que Freud defendia que a mutilação genital era uma forma de remover esse "vestígio de masculinidade":o clitóris. O que reforça o perigo dessa ideia.

Tamodachi said...

Concordo contigo, Cuscavel. De facto ainda há ideias muito perigosas por aí, especialmente quando associadas à falta de informação, ou ao desinteresse de saber mais.
O perigo maior, a meu ver, é quando são mulheres a acreditar e a passar erradamente este tipo de ideias a outros.
Ao contrário do que se possa pensar, eu de facto li isto numa revista. Imaginem o meu espanto ao ler que há mulheres que ainda põem a identidade e existência do seu sexo dependente do sexo masculino, ou seja, o sexo feminino existe porque o sexo masculino degenerou, ou, melhor ainda, "O clítoris é um pénis que não se desenvolveu."
Revejo nisto a história da criação da Eva. Eva não foi feita com barro novo, como Adão, Eva foi feita apartir da costela de Adão.
E nós, mulheres, não saímos deste circulo de más ideias...