Wednesday, January 18, 2006

Arrepios e malas de viagem

Estão a ver aquele anúncio de um comprimido que nos querem fazer crer ser milagroso para as constipações? Sim, um tal de cêgripe? Aquele em que a marca nos presenteia com um telefonema entre um cachopo e a mãe? Sim, o tal em que a criatura já tem idade para viajar - e namorar -, mas por sinal não tem idade para preparar a mala da viagem, nem inteligência para se tratar de uma constipação? O tal, em que após um espirro, a mãe lhe diz: "vê lá no fundo da mala...". Já estão a ver qual é? Pois, esse exemplo de grande criatividade publicitária! Esse mesmo... será que só a mim é que me dá arrepios (e não, não preciso de cêgripe - aparentemente já consigo preparar a minha própria mala de viagem...) de ver um estereótipo, mais uma vez, mais do que sublinhado? Só esperava que a mãe lembrasse igualmente a criatura de que tinha posto os preservativos no bolso do casaco do rapaz.... será que era mesmo necessário representar o indivíduo como o menino da mamã que precisa da mesma para lhe ir inspeccionar a mala de viagem?? Que falta de imaginação...nestas alturas é que me pergunto se é mesmo justa a frase de que temos a televisão (e os respectivos conteúdos) que merecemos..

4 comments:

Woman Once a Bird said...

Acho que estás a dar ideias aos publicitários em relação aos preservativos - qualquer coisa do género... "Tão fiável, que até a sua Mãe os porá no fundo da sua mala."

Sextosentido said...

:) aquele anúncio faz-me sorrir, porque do meu prisma fala de amor. Só se faz a mala de quem muito se ama, e é um acto disso mesmo, de amor. Já experiementas-te colocar descretamente o chocolate preferido ou o rebuçado preferido de alguém que ames muito dentro da sua mala discretamente?

Eu percebi o teu prisma, mas não consigo ver o mesmo do que tu nesse anúncio.

nhanik said...

vivemos numa sociedade de homems aparicados; mariquinhas no verdadeiro sentido; e onde as mulheres ainda dão graças a deus ter nascido menino.

Everything in its Right Place said...

Yannick, tão jovenzinha e já tão amargazinha...