Saturday, February 14, 2009

De cada lugar trago alguém comigo

Em 2003 fui lá parar devido a contingências da vida. Após o impacto com a Barbarella, a minha vida profissional entrou em decadência meteórica. Tive que me fazer à vida. De lá, fiquei com a Lueji (que esta noite não nos acompanhou). O bando está pequeno: Nove (número com tradição cabalística, que nunca nos valeu uns trocados que fosse no euromilhões). A Tasca da Tia Rosa, ali para os lados do Ramalho Eanes, deu-nos o calor necessário para a noite interrompida por cigarros inacabados. Portas fora canta-se o fado. Rimos. Rimo-nos de nós. De tod@s.
Picture by Sean Yong

1 comment:

Lueji said...

De 2003 até à vida toda :)