Sunday, November 09, 2008

Sherazade continua a enviar palavras da cidade da luz, que lhe dá abrigo por ora. Imagino-a já, de sorriso colado ao rosto dançante. Lá na terra, descobriu que a bebida borbulhante, própria para festejos tem - pasme-se - um preço inferior ao líquido que ocupa 70% do corpo humano. A capital de Marrocos serve-lhe de ponto de apoio para outros saltos que irá dar em breve. Por esta altura teme que os jantares luxuosos lhe dêem cabo da linha. Pois digo-lhe, camarada, que a luta não se faz de barriga vazia. Da nossa parte, cumprimos e enviamos imagens para colmatar a carência - um manjar nos aposentos de Gioconda é sempre um evento a assinalar (!).

1 comment:

Sherazade said...

Beijos meu amor! Que saudades vossas.Paris é bela mas não é casa.