Wednesday, April 02, 2008

(E logo eu, que detesto a nêspera deste poema, sinto-me uma.) RIFÃO QUOTIDIANO Uma nêspera estava na cama deitada muito calada a ver o que acontecia chegou a Velha e disse olha uma nêspera e zás comeu-a é o que acontece às nêsperas que ficam deitadas caladas a esperar o que acontece Mário Henrique Leiria

2 comments:

nefertiti said...

elas também podem apodrecer : )

Lueji said...

Cansei de ser nêspera!
:)