Monday, February 25, 2008

Ronronar(es)

Confundimo-nos. Silenciosamente torna-se a minha segunda sombra, por perto, em silêncio. Observa-me enrolada sobre si mesma. Nem uma palavra. Levanta-se, estica as patas, torna a fazer ninho e olha-me. Por vezes, dorme.
Parecemo-nos. Debruça-se sobre a varanda, mas nunca se atreve a voar. Tolhe-a o medo. Recua e torna a aninhar-se.
Fundimo-nos.

(Pintura de Renoir)

3 comments:

Lueji said...

Ultimamente, o gato de uma certa menina resolveu olhar-me com olhar tão fixo que quase incomoda. Eu acho que ele quer comunicar comigo, mas ela não acredita. Além disso, salta-me para o colo sempre de rompante. E eu assusto-me , lá está. Acho que aquele gatinho (ou gatão) anda com falta de mimos. Não sei.
A tua gatinha parece-me muito mais pacata. :)

Woman Once a Bird said...

É só aparência. Acabou de ter um ataque de euforia. entretanto, cansou-se e voltou para o sofá.

O gato que ambas conhecemos é um sedutor nato. Não caias na canção do bandido. mia, mia, mas não alegra. Morde. ;)

Pai de Telémaco said...

Só me difamam!