Tuesday, June 19, 2007




"O mais difícil que há na vida, pensou Kafka, é despedirmo-nos das pessoas amadas. Em vez de adeuses definitivos devia haver livros emprestados, em vez de lágrimas correntes, devia haver risos infinitos, em vez de grandes esperanças, devia haver só pequenas moscas à volta de nós."

In Manuel da Silva Ramos, Jesus, The Last Adventure of Franz Kafka, Fenda, 2002, p. 230

Baile, Matisse

2 comments:

Zé Ninguém said...

Isto é que é Kafkiano!

Vai comentar ou ...?

http://absolutamenteninguem.blogspot.com/2007/06/esquerdalhas-e-faschizoides-3.html

Stranger à la carte said...

cheguei não sei como...mas cheguei.
Li e gostei.Vou voltando...


s n t importas...