Monday, January 15, 2007

To Lueji

"quero morder uma manhã a fim de ouvir-lhe o grito ainda morno; quero engravidar uma palavra e provocar o parto manso de uma amarelada borboleta; e, irrequieta... quero o choro de uma planta que também saiba gritar; o odor de uma lágrima-semente que, plantada, faça sorrir bichos; bicho-homem; bicho-bicho; bicho coração; bicho-olhar; bicho-mão; bicho que saiba ser pessoa uma outra vez..." Picture and text by the sweet Ondjaki

1 comment:

Lueji said...

E que doçura.
Obrigada. :)