Saturday, November 12, 2005

Tudo por causa de umas pantufas

«Querida Riwke, por favor manda-me as tuas pantufas. Claro que estou a falar das minhas pantufas e não das "tuas pantufas". Mas, se tu leres as "minhas pantufas", vais achar que o que eu quero são as tuas pantufas. Portanto, se eu escrever: "manda-me as tuas pantufas", tu lês as tuas e percebes que o que eu quero são as minhas pantufas. Portanto, manda-me as tuas pantufas.» Citação retirada de Alice no País da Linguagem, Marina Yaguello, Editorial Estampa, 1990, pág. 23

13 comments:

Dirim said...

A única coisa que me apraz dizer é... tanta coisa por causa de umas pantufas... ele há com cada um@!!!

Dirim said...

Olha.. e até te digo mais.. fosse eu a Riwke e não lhe levava era pantufas nenhumas! :)

samari said...

eu quero UMAS pantufas...

Dirim said...

Samari... deixaste-me baralhada.. queres UMAS pantufas.. mas as tuas, as minhas ou as dela??? ;-)
A ver vamos se a Lueji esclarece :)

Woman Once a Bird said...

Eu quero as pantufas!

Lueji said...

Bom, para lá das questões linguísticas, já sabemos o que oferecer umas às outras no Natal!
:)

Dirim said...

não inventes.. não está ali escrito que eu queria pantufas.. quem quer pantufas é a Samari e a Kiara.. ;-)

Woman Once a Bird said...

Ah. Mas sabemos que isso é só vergonha, Dirim. Também tu és uma mulher que almeja acima de tudo um bom par de pantufas. Escusas tirar o pé ao manifesto!

Dirim said...

Bom.. estou a ver que estas pantufas dão pano para mangas ;-) isto para quem souber costurar, é claro...

Lueji said...

O meu número é o trinta e oito e a minha cor preferida é o azul.
Portanto...
:)

samari said...

Lueji, acho que já sabes o que nos oferecer no Natal. eu sou humilde a pedir, só calço o 35 e a cor deixo ao teu critério... As TUAS ficam-me grandes. E as TUAS Dirim?

Dirim said...

Bom... as MINHAS pantufas são de tamanho 36 (portanto, acho que te servem, Samari ;-). E como já tenho pantufas, quero um livro pelo Natal :) :)

Woman Once a Bird said...

Exigente, a menina! Já não lhe bastam as pantufas. Teve que intelectualizar a coisa. Um Livro!